Processamento Auditivo é o conjunto de processos e mecanismos que ocorrem dentro do sistema auditivo em resposta a um estímulo sonoro e que são responsáveis pelos seguintes fenômenos: localização e lateralização do som, discriminação e reconhecimento de padrões auditivos, aspectos temporais da audição, incluindo resolução, mascaramento, integração e ordenação, performance auditiva com sinais acústicos competitivos e com degradação do sinal acústico (ASHA, 1995).

O Distúrbio do Processamento Auditivo (DPA) pode estar associado às dificuldades de linguagem, aprendizado, e funções de comunicação e/ou relacionadas com outras desordens, por exemplo, transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e dificuldades de leitura.

Indicações:

  • Dificuldades auditivas, mas os resultados da audiometria são normais;
  • Dificuldade em manter atenção aos sons;
  • Dificuldade em escutar em ambiente ruidoso;
  • Dificuldade de compreender em ambiente ruidoso;
  • Problemas de fala;
  • Dificuldade de leitura e escrita;
  • Dificuldade em compreender o que lê;
  • Dificuldade ao dar um recado ou contar uma história;
  • Problemas de memória para nomes, datas, números e etc;
  • Dificuldade em acompanhar uma conversa, aula ou palestra com outras pessoas falando ao mesmo tempo;
  • Paciente facilmente distraído;
  • Paciente com tempo de latência aumentado para emissão de respostas
  • Paciente com respostas inconsistentes aos estímulos auditivos recebidos;
  • Pacientes agitados, hiperativos ou muito quietos.